Brasil atinge 6 milhões de conexões de banda larga, revela pesquisa

maio 13, 2007 at 11:43 pm Deixe um comentário

O número de conexões de banda larga no Brasil cresceu 5,26% no primeiro trimestre de 2007, atingindo 6 milhões de acessos (sendo 300 mil novos), em relação ao último trimestre de 2006, de acordo com a quinta edição da pesquisa Barômetro Cisco de Banda Larga, realizada pela consultoria IDC Brasil.

Os dados divulgados nesta quarta-feira (09/05), mostram que, se comparado ao primeiro trimestre de 2006, o crescimento nos últimos 12 meses foi de 37%.

Os acessos com velocidade abaixo de 512 Kbps caíram na participação, enquanto as conexões acima de 1 Mbps aumentaram. Há um ano, as conexões de 1 Mbps representavam 7% do total de acessos, enquanto hoje respondem por 23%.

As conexões entre 512 Kbps e 1 Mbps eram 21% em 2006. Este ano, são 39%. Velocidades entre 256 Kbps e 512 Kbps caíram em 2007, somando 30%. No último ano, o total era de 51%. O mesmo aconteceu com conexões abaixo de 256 Kbps, que caíram de 21% para 9%.

“Aplicações de vídeo, como YouTube, são uma das razões para este fenômeno, já que são praticamente inviáveis em banda estreira”, argumenta o presidente da Cisco no Brasil, Pedro Ripper.

Os preços das conexões reduziram em média 13%. No caso de velocidades maiores, entre 2 Mbps e 8 Mbps, os preços caíram 26,7%. Entre 1 Mbps e 2 Mbps, o valor reduziu 13,7%.

Mesmo com a redução, o preço ainda é uma fator de barreira para a adesão das camadas econômicas menos favorecidas à internet rápida, segundo Mauro Peres, diretor de pesquisas da IDC Brasil. “Os preços caíram mas ainda são impeditivos da classe C para baixo, onde internet compete com prioridades como alimentação e educação”, pondera.

De acordo com o estudo, uma série de fatores motivou o aumento nos acessos: redução do valor de PCs graças a incentivos fiscais de programas de governo, como o Computador Para Todos, e da variação favorável do câmbio; concorrência com pacotes diferenciados; e oferta de soluções específicas para SoHo e médias empresas.

Concentração regional

Apesar do crescimento nas adesões a maior base de assinantes ainda se concentra na região Sudeste (60%), mais especificamente no Estado de São Paulo, que detém quase 40% de todos os acessos. A região Sul responde por 19,4% das conexões, seguida pelo Nordeste (8,9%), Norte (5,6%) e Centro-Oeste (4,9%).

Perspectivas gerais do País mostram que a tecnologia xDSL representa 77% dos acessos, seguida pelo cabo, com 18,9%. Conexões de rádio totalizam 3,7% e as por satélite 0,4%. Enquanto as conexões a cabo cresceram quase três pontos percentuais no período, a tecnologia xDSL perdeu o mesmo percentual.

No Sudeste, área que possui maior penetração da banda larga, contudo, 50% das novas conexões no primeiro trimestre já eram a cabo, segundo Pedro Ripper.

“As operadoras de cabo foram bastante agressivas e bem sucedidas neste período, principalmente com ofertas que incluem dados, voz e vídeo”, afirmou o executivo.

Fonte: IDG Now | publicado em 09 de maio de 2007

Anúncios

Entry filed under: Serviços.

MySpace compra o Photobucket por US$ 275 milhões Web 2.0 ainda é pouco usada por americanos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


marcelonamura.com.br

Índices, históricos e projeções econômicas, financeiras e estatísticas do mundo da internet.


  E-mail   marcelonamura@gmail.com
  MSN   marcelonamura@hotmail.com
  Skype   marcelonamura


  Adicione ao del.icio.us   Del.icio.us
  Adicione ao Google Bookmarks   Google Bookmarks
Adicione ao Yahoo Bookmarks Yahoo Bookmarks

RSS

   Adicione o feed    Adicione ao Google    Adicione ao Yahoo
      Adicione ao Bloglines     Adicione ao NetVibes

%d blogueiros gostam disto: